AS CAPACIDADES PERCEBIDAS DE GESTÃO E A RENDA DE AGRICULTORES DO SUL DO BRASIL:UM ENFOQUE DA VISÃO BASEADA EM RECURSOS

  • Luis Augusto Araujo
  • Alessandra Rodrigues Machado de Araujo
  • Elizabete Catapan ufsc

Resumo

Este artigo analisa a associação existente entre as capacidades percebidas e a heterogeneidade da renda de agricultores familiares da Região Sul do Brasil, tendo como abordagem a Visão Baseada em Recursos (VBR). Além disso, verifica as diferenças de renda de seus estabelecimentos agropecuários, tendo em conta os efeitos em anos agrícolas diferentes. Para tanto, o estudo orienta-se pelos princípios da pesquisa qualitativa e quantitativa, utilizando-se da aplicação de questionário aos agricultores e de dados obtidos a partir da contabilidade dessas unidades. Os resultados do teste de hipótese sugerem a aceitação de que as médias e as variâncias de renda são estatisticamente iguais, entre os anos agrícolas 2014/15 e 2015/16. Por fim, os resultados indicaram também evidências de que a capacidade de “gestão da informação” está associada com a renda.

Publicado
2017-09-06
Como Citar
ARAUJO, Luis Augusto; DE ARAUJO, Alessandra Rodrigues Machado; CATAPAN, Elizabete. AS CAPACIDADES PERCEBIDAS DE GESTÃO E A RENDA DE AGRICULTORES DO SUL DO BRASIL:UM ENFOQUE DA VISÃO BASEADA EM RECURSOS. Congresso Internacional de Conhecimento e Inovação – Ciki, [S.l.], v. 1, n. 1, sep. 2017. ISSN 2318-5376. Disponível em: <http://proceeding.ciki.ufsc.br/index.php/ciki/article/view/284>. Acesso em: 17 nov. 2019.