PRESENÇA SOCIAL NOS JOGOS: PERCEPÇÃO DE SI MESMO E DO OUTRO NA CIBERSOCIEDADE

Autores

  • Camila Menegali Universidade Federal de Santa Catarina
  • Luciane Maria Fadel Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.48090/ciki.v1i1.1131

Palavras-chave:

presença social, jogos, cibercultura

Resumo

As tecnologias de mediação da comunicação, muitas vezes, deixam de lado pistas sociais importantes para uma interação efetiva. Nesse sentido, surge o conceito de presença social, que abrange a percepção de um indivíduo sobre si mesmo e sobre os agentes com quem está interagindo. Considerando que os jogos são uma mídia que tem ganho um espaço cada vez maior em nossa sociedade, este artigo visa analisar como a presença social se manifesta nos jogos digitais. Através de uma revisão da literatura, encontramos elementos que podem afetar a sensação da presença social em jogos digitais. Os resultados apontam que a presença social é influenciada pela imersão, corporificação, divisão da atenção, natureza da atividade, tipo de configuração de jogo em grupo e utilização de inteligência artificial.

Downloads

Publicado

2022-03-16

Como Citar

Menegali, C., & Fadel, L. M. . (2022). PRESENÇA SOCIAL NOS JOGOS: PERCEPÇÃO DE SI MESMO E DO OUTRO NA CIBERSOCIEDADE. Anais Do Congresso Internacional De Conhecimento E Inovação – Ciki, 1(1). https://doi.org/10.48090/ciki.v1i1.1131