CLIMA ORGANIZACIONAL: INDICADOR OU RESULTADO?

Autores

  • Lídia Neumann Potrich UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina
  • Everton Ricardo do Nascimento UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina
  • Paulo Mauricio Selig UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina

Resumo

Entender se clima organizacional pode ser tratado como indicador ou resultado de ações é o problema que este artigo aborda, tendo como principal objetivo explicitar de que forma o clima organizacional é compreendido nas organizações. O trabalho está pautado em um revisional de análise de publicações científicas dos últimos cinco anos. Para tanto, foi realizado uma pesquisa exploratória descritiva em bases de dados internacionais. Os resultados desta análise sugerem que os últimos estudos compreendem com mais ênfase o clima como um indicador organizacional, além do entendimento que o mesmo é um resultado das ações organizacionais. Destaca-se ainda, que alguns autores sugerem que clima organizacional é um mediador clima nos processos de trabalho.

 

 

Biografia do Autor

Lídia Neumann Potrich, UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina

Master Student in Graduate Program of Knowledge and Engineering Management – Federal University of Santa Catarina (UFSC) Florianópolis – SC – Brazil. Email: lidia.potrich@gmail.br

Everton Ricardo do Nascimento, UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina

Doctoral Student Graduate Program of Knowledge and Engineering Management – Federal University of Santa Catarina (UFSC) Florianópolis – SC – Brazil. Email: everton.nascimento@unemat.br

Paulo Mauricio Selig, UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina

Volunteer Professor in Graduate Program of Knowledge and Engineering Management – Federal University of Santa Catarina (UFSC) Florianópolis – SC – Brazil. Email: pauloselig@gmail.com

Downloads

Publicado

2017-09-06

Como Citar

Potrich, L. N., do Nascimento, E. R., & Selig, P. M. (2017). CLIMA ORGANIZACIONAL: INDICADOR OU RESULTADO?. Anais Do Congresso Internacional De Conhecimento E Inovação – Ciki, 1(1). Recuperado de https://proceeding.ciki.ufsc.br/index.php/ciki/article/view/270

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)