LIDERANÇA RELACIONAL: UM ESTUDO BIBLIOMÉTRICO

  • Marouva Fallgatter Faqueti UFSC
  • Micheline Guerreiro Krause
  • Cristiano José Castro de Almeida Cunha

Resumo

Este estudo analisa padrões e tendências da produção científica sobre liderança relacional. O método utilizado foi a análise bibliométrica das publicações obtidas em buscas sistemáticas em quatro bases de dados indexadoras internacionais de periódicos e em uma base de dados do Brasil. Dentre as 414 publicações localizadas, 130 foram selecionadas para este estudo. Os resultados demonstram que o uso do termo “liderança relacional” é relativamente recente na literatura científica, com maior concentração de trabalhos a partir do ano de 2006. A análise dos dados bibliométricos permite afirmar que a produção acadêmica sobre liderança relacional está em fase de expansão dos estudos empíricos no cenário internacional e que existe uma lacuna de conhecimento a ser explorada no cenário brasileiro. O estudo contribui para a compreensão sobre a evolução do tema “liderança relacional”, identifica os autores com mais publicações sobre o tema e revela as obras de maior destaque no nível internacional. Este estudo pode servir de base referencial para futuros estudos na área.

Publicado
2018-09-20
Como Citar
FAQUETI, Marouva Fallgatter; KRAUSE, Micheline Guerreiro; CUNHA, Cristiano José Castro de Almeida. LIDERANÇA RELACIONAL: UM ESTUDO BIBLIOMÉTRICO. Congresso Internacional de Conhecimento e Inovação – Ciki, [S.l.], v. 1, n. 1, sep. 2018. ISSN 2318-5376. Disponível em: <http://proceeding.ciki.ufsc.br/index.php/ciki/article/view/454>. Acesso em: 13 dec. 2019.