USO DE REPOSITÓRIOS DE RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS EM CURSOS DE MEDICINA SOB A ÓTICA DA GESTÃO DO CONHECIMENTO

  • Giovanni Ferreira de Farias Universidade Federal de Santa Catarina
  • Nilda Maria de Medeiros Brito Farias
  • Fernando José Spanhol
  • Marcio Vieira de Souza

Resumo

Este estudo envolve uma revisão narrativa de uma pesquisa exploratória sobre o uso de repositórios de Recursos Educacionais Abertos (REAs) voltados para a educação superior na área de saúde com o uso da metodologia ativa de aprendizagem baseada em problemas. A pesquisa buscou levantar o estado da arte no uso destes repositórios, com foco nas características necessárias à eficácia de REAs, de forma sustentável, para suprir a necessidade de conteúdo pronto para ser usado em atividades de aprendizagem baseada em problemas. Como resultado, esta pesquisa encontrou publicações que apresentam de diferentes formas, ferramentas e políticas para construção de REAs, especialmente em medicina. Alguns deles usam recursos educacionais em forma de pacientes virtuais, que são simulações computacionais interativas que podem ser usadas como conteúdo de suporte às atividades de aprendizagem baseada em problemas. Também foi percebida a importância dos repositórios com acervos de REAs para estimular a disseminação da metodologia em estudo. Foi concluído que o modo de operação de um repositório de REAs deve permitir a concretização da espiral do conhecimento do modelo modelo SECI (Socialização, Explicitação, Combinação e Internalização) para que o seu acervo possa amadurecer e florescer.

Publicado
2018-09-21
Como Citar
FARIAS, Giovanni Ferreira de et al. USO DE REPOSITÓRIOS DE RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS EM CURSOS DE MEDICINA SOB A ÓTICA DA GESTÃO DO CONHECIMENTO. Congresso Internacional de Conhecimento e Inovação – Ciki, [S.l.], v. 1, n. 1, sep. 2018. ISSN 2318-5376. Disponível em: <http://proceeding.ciki.ufsc.br/index.php/ciki/article/view/548>. Acesso em: 14 dec. 2019.