GOVERNANÇA CORPORATIVA COMO PROPULSORA DA INOVAÇÃO: UMA ANÁLISE A PARTIR DA REVISÃO SISTEMÁTICA DA LITERATURA

Resumo

A governança corporativa é um dos principais desafios de gestores públicos e privados, assim como a manutenção da competitividade por meio da inovação. O conceito atual do termo está intimamente associado ao monitoramento e controle das ações destes gestores, a fim de garantir oalcance dos resultados aos atores envolvidos. Entretanto, monitoramento e controle sãoelementos inibidores da inovação tão necessária às organizações atuais. O objetivo deste artigo foiidentificar elementos a serem considerados para que a governança corporativa impulsione ainovação. Trata-se de uma revisão sistemática da literatura, relacionando os constructosgovernança corporativa e inovação. A análise qualitativa de 26 artigos considerados válidosapontou que a governança corporativa tem influência positiva sobre a inovação das organizações,mas é necessária a adaptação ao contexto de cada organização e das características de inovaçãodo setor. Para isso, o primeiro elemento a ser considerado é a presença da inovação na estratégia enas políticas da organização, seguida do comprometimento, postura estratégica e competência doconselho para a inovação, adaptação da estrutura de governança, gestão efetiva das competências-chave para a inovação, investimento em pesquisa e desenvolvimento, financiamento da inovação eda tecnologia, controle sobre investimentos em inovação e gestão dos riscos inerentes à inovação.

Publicado
2018-12-12
Como Citar
MOREIRA, Fernanda Kempner; FREIRE, Patricia de Sá; SILVA, Solange Maria da. GOVERNANÇA CORPORATIVA COMO PROPULSORA DA INOVAÇÃO: UMA ANÁLISE A PARTIR DA REVISÃO SISTEMÁTICA DA LITERATURA. Congresso Internacional de Conhecimento e Inovação – Ciki, [S.l.], v. 1, n. 1, dec. 2018. ISSN 2318-5376. Disponível em: <http://proceeding.ciki.ufsc.br/index.php/ciki/article/view/567>. Acesso em: 14 dec. 2019.